local 1

Com aumento de casos, Prefeitura de Maringá transfere atendimentos exclusivos de Covid-19 para UPA da Zona Sul

Por Portal A Voz Da Cidade em 04/12/2020 às 11:01:33
Desde o início da pandemia, UPA da Zona Norte era referência em atendimentos de casos confirmados ou suspeitos da doença. Segundo a secretaria, UPA da Zona Sul tem o dobro de leitos e mudança vale a partir das 7h de domingo (6). Ocupação de leitos de UTI para adultos com suspeita ou casos confirmados da Covid-19 no Paraná chegou a 88%, nesta quinta-feira (3)

Reprodução/RPC

Com o aumento no número de diagnósticos positivos de Covid-19 em Maringá, no norte do Paraná, a Secretaria Municipal de Saúde decidiu transferir os atendimentos exclusivos de pessoas com sintomas da doença da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Norte para a UPA da Zona Sul.

Boletim de quinta-feira (3) confirmou 319 novos diagnósticos positivos para a doença. Desde o início da pandemia, a cidade confirmou 16.328 casos de contaminação pelo novo coronavírus, sendo que 12.449 pessoas se recuperaram e 217 morreram por complicações da doença.

Nos hospitais, 88 pessoas estão internadas em leitos de enfermarias e 55 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias

A mudança passa a valer a partir das 7h de domingo (6).

Conforme a Secretaria de Saúde, a UPA da Zona Sul tem capacidade para até 50 leitos, o dobro da UPA da Zona Norte, e fica ao lado do Hospital Municipal, o que facilita a realização de exames e melhora o atendimento dos pacientes.

Desde março, a UPA da Zona Norte estava atendendo apenas pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19 e a UPA da Zona Sul passou a atender pessoas com sintomas de outras doenças, quedas e outras necessidades.

No entanto, com o aumento de casos na cidade no último mês, em alguns períodos do dia, a UPA da Zona Norte enfrentou problemas de lotação. Um container foi instalado na unidade para agilizar a realização de exames e diminuir o tempo de espera.

"A média móvel de casos está crescendo, a taxa de ocupação do leitos também está aumentando e na macroregião noroeste amanhecemos todos os dias com 10 a 12 leitos disponíveis para uma população de mais de um milhão de habitantes. O decreto estadual e municipal vão ajudar a diminuir os casos, mas só vamos perceber essa redução daqui há alguns dias", disse o secretário Jair Biatto.

Novo decreto da Prefeitura de Maringá aumenta tempo do toque de recolher e impõe mais restrições contra a Covid-19

Em novo decreto, prefeitura impõe horário para comércio e Lei Seca a partir das 17h para conter Covid-19 em Maringá

Saiba quais serviços devem funcionar das 9h às 17h em Maringá com novo decreto

Fique atento às mudanças

Com a mudança, no domingo (5), a UPA da Zona Norte ficará fechada para higienização e organização. Os pacientes com sintomas respiratórios deverão procurar a UPA da Zona Sul.

Outros casos, como pessoas que tiverem dor de cabeça, forem vítimas de quedas ou de acidentes domésticos deverão procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBS) Pinheiros e Iguaçu.

Na segunda-feira (7), a UPA da Zona Norte reabre atendendo casos que não são de Covid-19.

ja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.

Fonte: G1

Comunicar erro
local 2

Comentários

local 3